Causas do Ronco e da Apneia Obstrutiva do Sono

O ronco e a apneia obstrutiva do sono têm causas multifatoriais que vão desde herança genética, alimentação, obesidade, uso de medicamentos e consumo de cigarros e de álcool até a perda da elasticidade muscular, que acontece com o decorrer da idade, contribuindo para acentuar o problema. Por isso, o ronco pode se agravar a partir dos 30 anos de idade, principalmente nos homens.

Ronco cansaco_edited.jpg

Muitas pessoas se envergonham por roncarem e tentam achar maneiras diferentes para dormir, colocando o travesseiro mais alto, deitando de lado, ou procurando remédios naturais, chás e até mesmo simpatias para se livrar do problema. Mas na verdade, sem tratamento, nenhuma dessas “táticas” funciona porque, tanto o ronco como a apneia do sono acontecem quando o ar tem um espaço diminuído para passar pela orofaringe.

ilustracao-causa-ronco-dra-alessandra-k-szupka.png

Quando a pessoa entra em sono profundo, seu corpo todo relaxa, inclusive os músculos da orofaringe, então a dificuldade para respirar fica mais evidente. Assim, com o espaço estreito, ao passar, o ar respirado causa uma vibração nos tecidos moles, como a úvula e palato mole, causando aquele ruído incômodo e sistêmico que às vezes acorda até mesmo o roncador.

 

E a apneia, como ela acontece?

A apneia é aquela parada na respiração, que parece que você se sufocou durante a noite.

 

Ela acontece quando as vias aéreas se fecham ainda mais. Os tecidos se juntam, travando a respiração, causando uma parada respiratória momentânea.

 

Para evitar a morte por asfixia, o organismo age naturalmente provocando o chamado "engasgo noturno", um despertar leve que faz com que a pessoa acorde e se reposicione para dormir novamente, sem nem se lembrar depois que isso aconteceu.

ilustracao-causa-apneia-sono-dra-alessandra-k-szupka.png

Estaria tudo bem se isso acontecesse uma vez ou outra durante o sono, mas dependendo da gravidade do problema, essas paradas podem acontecer até trinta vezes por hora! No dia seguinte, a pessoa que passou por uma noite assim, se sentirá mais cansada do que quando foi dormir, mesmo achando que dormiu tempo suficiente.

Portrait of a bored man yawning at the table with laptop at home_edited.jpg

Além de todos os problemas que uma noite mal dormida traz, a apneia obstrutiva do sono também pode gerar ou agravar outras doenças. Entre as mais graves, podemos citar a redução da oxigenação no cérebro e no coração que, ao longo do tempo, poderá provocar um AVC transitório ou um aumento da pressão arterial, ocasionando até mesmo uma insuficiência cardíaca congestiva. Por isso o tratamento é essencial.

Mas como saber se tenho apneia obstrutiva do sono?

 

Principais sintomas do ronco e da apneia do sono:

  • Acordar após uma noite inteira na cama e sentir cansaço;

  • Acordar com dor de cabeça;

  • Sonolência durante o dia;

  • Adormecer durante o dia;

  • Irritabilidade;

  • Perda de memória;

  • Falta de concentração e foco no trabalho ou estudos;

  • Acordar durante a noite com uma sensação de falta de ar;

  • Diminuição dos reflexos;

  • Diminuição do desejo sexual.

Dra. Alessandra, identifiquei vários desses sintomas em mim. E agora? Como eu faço o tratamento?